Prémios APA 2017/2018

      Comentários fechados em Prémios APA 2017/2018

A APA congratula e agradece a todos aqueles que participaram na primeira edição dos Prémios APA enviando os seus textos e projetos. O júri de seleção, de acordo com o regulamento, deliberou os vencedores dos Prémios APA 2017/2018:

O prémio da Categoria I é atribuído a Ricardo Seiça Salgado com o texto “A persona do antropólogo na etnografia como acção: o jogo dos papéis, do registo, e as metodologias teatrais”.

O prémio da Categoria II é atribuído a Cristina Santinho com o projeto ”Living in a different culture – Plano de integração de estudantes refugiados no ISCTE-IUL”.

A seriação final dos candidatos é a seguinte:

Categoria I

1.º – Ricardo Seiça Salgado
2º (Ex aequo) – Ana Curto; Anahi Guedes de Mello
3º (Ex aequo) – Margarida Lopes Fernandes; David Albuquerque
4º (Ex aequo) – Luísa Marinho; Inês Belo Gomes
5º (Ex aequo) – João Gomes; Inês Hasselberg
6º – Ana Saraiva
7º – Maria Silva Silvério
8º – Cristina Rodrigues da Silva

Categoria II

1º  Cristina Santinho
2º  Debora Baldelli

[data de publicação dos resultados: 31 de janeiro de 2018]

Relembramos que os trabalhos premiados (1º lugar de cada categoria) serão apresentados publicamente no dia 16 de fevereiro de 2018 durante a Conferência Anual Raúl Iturra.

[clique para mais informação sobre a Conferência Anual Raúl Iturra]


 

[descarregar regulamento em PDF]


PRÉMIO APA 2017
Regulamento

Considerando que é objetivo da Associação Portuguesa de Antropologia (APA) “promover e divulgar a Antropologia, contribuindo ativamente para a sua inserção e reconhecimento social em Portugal e no mundo”, a instituição de dois prémios anuais pretende dar visibilidade a trabalhos e projetos aplicados de mérito comprovado nesta área científica, destacando paralelamente os contributos para o conhecimento do mundo e para eventuais soluções em termos de vida colectiva.

Neste sentido, são propostas duas categorias:

CATEGORIA I: TEXTO CIENTÍFICO – JOVENS ANTROPÓLOGOS
CATEGORIA II: PROJETO DE INTERVENÇÃO / INVESTIGAÇÃO APLICADA

JÚRI
1 – Para cada uma das categorias será composto um júri de 3 elementos (incluindo o/a Presidente). O/A Presidente será sempre um dos membros da direção da APA. Anualmente são convidados dois investigadores e/ou docentes em Antropologia para cada uma das categorias do prémio para completarem o júri.
2 – O júri para cada uma das categorias é anunciado em simultâneo com a abertura do concurso.
3 – O júri avaliará as propostas e reunirá entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018. O anúncio do texto e do projeto vencedores será feito até ao final do mês de janeiro de 2018.
4 – O júri avaliará na categoria I, a originalidade, a atualidade e pertinência, a qualidade científica geral e o contributo para o conhecimento na disciplina.
5 – O júri avaliará na categoria II, a originalidade, a atualidade e pertinência, a implementação do projeto, a qualidade científica geral, os resultados conseguidos e/ou esperados e os impactos nas esferas previstas do seu alcance.

CONDIÇÕES DE CANDIDATURA
CATEGORIA I: TEXTO CIENTÍFICO – JOVEM ANTROPÓLOGO
1 – Podem concorrer todos os sócios da Associação Portuguesa de Antropologia (com quotas em dia à data da candidatura) que tenham obtido o grau de Doutor em Antropologia (há cinco anos no máximo) ou que sejam doutorandos em Antropologia.
2 – Podem ser submetidos artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais com arbitragem e/ou capítulos de livros, ambos publicados nos dois anos anteriores à atribuição do prémio (i.e. de 2017 e 2016).
3 – Cada autor pode candidatar apenas um texto.
4 – Os artigos e/ou capítulos de livros deverão ser enviados para o secretariado da APA (secretariado.apantropologia@gmail.com) em formato digital (PDF), com o título “PRÉMIO APA-CATEGORIA I”.
5 – Os autores deverão apresentar um mini-CV (máximo duas páginas) e prova escrita de que preenchem a condição descrita em 1.
6 – Nenhum elemento do júri poderá apresentar-se a concurso.

CATEGORIA II: PROJETO DE INTERVENÇÃO/INVESTIGAÇÃO APLICADA
1- Podem concorrer todos os sócios da Associação Portuguesa de Antropologia (com quotas em dia à data da candidatura).
2 – Cada proponente apenas pode apresentar um projeto.
3 – Podem ser apresentados projetos em curso ou que tenham sido implementados nos últimos dois anos (i.e. 2016 e 2017).
4 – Admitem-se propostas que tenham na sua base projectos e intervenções artísticas.
5 – O projeto de intervenção/investigação aplicada deverá ser apresentado em formato de relatório com todos os elementos descritivos necessários que o ajudem a caracterizar, contextualizar, dando conta do processo de implementação, resultados e impactos ocorridos ou previstos (no máximo de 30 páginas, incluindo anexos).
6 – Os relatórios deverão ser enviados para o secretariado da APA (secretariado.apantropologia@gmail.com) em formato digital (PDF), com o título “PRÉMIO APA- CATEGORIA II”.
7 – Os autores deverão apresentar um mini-CV (máximo duas páginas).
8 – Nenhum elemento do júri poderá apresentar-se a concurso.

PRAZO DE APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS
30 de novembro de 2017 (24:00)

VALOR DO PRÉMIO
250 Euros para cada uma das categorias.

ENTREGA DO PRÉMIO
Os prémios serão entregues durante a Conferência Anual da Associação Portuguesa de Antropologia, a ter lugar na semana em que se celebra o dia mundial da Antropologia (18 Fevereiro).

NOTAS
As decisões do Júri são finais, não havendo lugar a qualquer tipo de recurso.
A apresentação de uma candidatura pressupõe a aceitação integral e sem reservas do que está estipulado neste regulamento.
A APA reserva-se o direito de não atribuir os prémios, se não estiverem reunidas as condições identificadas no regulamento ou se os júris nomeados não reconhecerem qualidade suficiente nos trabalhos e projetos apresentados.
Os autores premiados devem apresentar o seu texto ou projeto na Conferência Anual da Associação Portuguesa de Antropologia, a ter lugar na semana de 18 Fevereiro (Dia Mundial da Antropologia).

CONSTITUIÇÃO DO JÚRI (2017/2017)

Categoria I: Texto Científico – Jovens antropólogos

  • Fernando Florêncio, Presidente (Universidade de Coimbra, CRIA)
  • Filipe Reis (ISCTE-IUL, CRIA)
  • Ana Luísa Santos (Universidade de Coimbra, CIAS)

Categoria II: Projeto de intervenção / investigação aplicada

  • Marina Pignatelli, Presidente (ISCSP-UL, CRIA)
  • Xerardo Pereiro (UTAD-CETRAD)
  • Chiara Pussetti (ICS-UL)